o céu partido ao meio, no meio da tarde.

domingo, 25 de julho de 2010

re-nascer

Cavou fundo a própria cova
e feito semente se enterrou
- esperava nascer de novo.

F;

7 comentários:

Luara Q. disse...

quanta intensidade!

Paloma. disse...

oi, você. :)


ps: vai nascer.

Pequena Poetiza disse...

ás vezes é preciso deixar morrer e se for preciso arrumar a pópria cova.
deixa vir o novo

beijos

Hélio Netho; disse...

posso vir aguar asvezes?

céu e saudade disse...

quantas vezes forem necessárias e quantas você quiser, claro.

Luna disse...

se renovar é desejo coletivo.

marianvianna disse...

estou a espera de um seguimento hahahahahaha