o céu partido ao meio, no meio da tarde.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

E, apesar da enorme diferença,
(digo sem a menor inconveniência)
acabam sendo todos iguais.

F;

3 comentários:

camilacorado disse...

a luz do lago refletida, mostra o passarim na linha do poste retorcida.

THE POEM HAS BROKEN disse...

Esse é o grande problema:
São ciclos.
Entende?
O início sempre coincide com o fim.
Mais ou menos como "Lost Highway" do David Lynch.

Entende?

Vital disse...

Tudo é nada...

o resto é ilusão.